6 erros comuns na decoração de quartos infantis

6 erros comuns na decoração de quartos infantis

Às vezes, quando pensamos em decorar o quarto das crianças, esquecemos o mais importante: pensar nelas! Pensando nisso, resolvi compartilhar algumas dicas, que sempre uso nos meus projetos, sobre como evitar deslizes comuns na hora de reformar o quartinho dos pequenos.

 

 

1. Não ouvir a opinião dos pequenos

É um erro básico e bastante comum cometido pelos pais. Muitas vezes os pais querem realizar o desejo de montar o quartinho perfeito para o filho e acaba sobrepondo os gostos pessoais aos da criança. É claro que a palavra final é dos pais, mas isso não significa que a decoração vai ser a mais funcional e agradável para o principal habitante do quarto. Cores e passatempos preferidos, como leitura e pintura, podem e devem ser consultados pelas crianças.

2. Gastar demais

Pais querem o melhor para os filhos (o que não inclui comprar só o que é mais caro, né?). E, quando se trata de decoração, sabemos que o céu é o limite. Por isso, não se esqueça de que crianças crescem – e rápido. O que elas adoravam ou era muito funcional em algum momento, em outro deixa de ser. Invista em peças de decoração e mobiliário que sejam neutros e que se adaptem ao crescimento da criança, assim, terá valido o investimento.

3. Não pensar na distribuição do espaço

Antes de tomar qualquer decisão ou ir às compras, estude com atenção o espaço disponível. E lembre-se: o mais importante é suprir as necessidades do seu filho. Defina as áreas do quarto onde a criança possa se dedicar ao descanso, à leitura e às brincadeiras.

4. Deixar a iluminação em segundo plano

Dica: para evitar que com o tempo você precise acrescentar pontos de iluminação, tenha um ponto central que ilumine todo o quarto, pontos estratégicos de descanso e outro para o estudo.

5. Não planejar armários e prateleiras

É muito importante ter onde armazenar, com organização e praticidade, os brinquedos, livros, roupas, sapatos, etc. Invista em armários embutidos, nichos e caixas!

6. Apostar em um quarto temático

Se hoje seu filho é louco por piratas, amanhã pode se encantar por aviões. A melhor opção é sempre criar um espaço mais neutro, com determinados detalhes que agradem a criança. Assim, quando ele enjoar do tema, será mais fácil substituir a decoração.

 

 

 

Espero que esse post tenha sido útil pra você!

Um beijo e até semana que vem!

KA Martins – Cenários para sua história.

 

As imagens usadas nesse post foram retiradas do site www.mooui.com.br e do Pinterest. Se você for autor de alguma dessas imagens, me escreve aqui que coloco os créditos!

 

 

 

 

 

 

 

 



Relacionados
Trabalhando em Home Office Trabalhando em Home Office

20/08/2018


Muitos profissionais, assim como eu, trabalham no sistema Home office. Esse é um modelo de trabalho que está crescendo cada vez mais e possibilita uma maior flexibilidade de horários, custos menores, além de outros benefícios.   Mas, essa modalidade de trabalho pode trazer algumas dificuldades, como manter a concentração durante a realização das atividades. Isso pelo […]

Quarto de Criança: Cantinho de brincadeira e leitura Quarto de Criança: Cantinho de brincadeira e leitura

17/09/2018


Quarto de criança não é um lugar só para dormir, mas também um lugar para brincar, estudar e ler.  Elas adoram criar, imaginar, fazer arte, brincar e ler, assistir TV, etc. Apesar da tecnologia, dos computadores, celulares e jogos eletrônicos serem bastante atrativas para as crianças, ainda é possível criar um espaço de diversão, entretenimento, estudo […]